fbpx

O que significa ser santo?

Oração jovem ser santo
Em hebraico a palavra “santo” vem de um termo que significa “separado”. Neste sentido, o que é santo está separado do uso comum, é algo sagrado. A Bíblia fala muito sobre ser santo e santidade: “Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.” 1 Pedro 1:15,16 Ser santo é estar separado das coisas que afastam do amor de Deus e mais que isto, é estar junto Dele o tempo todo, seguir e praticar os ensinamentos de Jesus.

Afinal o que é ser santo?

Ser santo é viver a fortaleza do corpo, da alma e do espírito no alimento do Pão Eucarístico. Ser Santo é amar o Cristo, A Igreja, o Céu, o pecador e o diferente. Não pode haver maior desejo no coração do cristão do que o de ser santo. O método mais eficaz para evangelização e a resposta radical para o mundo é a nossa santificação. A santidade é a maior pregação e o maior testemunho da vida cristã. Não existe refutação para essas duas práticas. Ser santo é ser feliz. A meta do santo é contemplar para sempre a face do bom Deus. São Maximiliano Kolbe afirmou: “O santo vai sempre para frente, sem ligar para o próprio estado de saúde ou a idade; pelo contrário, as doenças e as aflições se tornam para ele uma escada para uma maior perfeição; no seu fogo ele se purifica como o ouro”.

E o que fazer para ser santo?

Leve Jesus com você para todos os lugares, Santidade não é fuga do mundo, mas a mudança deste mundo. De acordo com papa São João Paulo II Santidade estar no mundo, mas sem pertencer ao mundo. É saber que podemos deixar marcas de Céu na vida de todos aqueles que estão ao nosso redor. Isso é ser santo.

Mas então, em que consiste esta vocação universal a sermos santos? O Papa Francisco responde:

“Antes de tudo, devemos ter bem presente que a santidade não é algo que nos propomos sozinhos, que nós obtemos com as nossas qualidades e capacidades. A santidade é um dom, é a dádiva que o Senhor Jesus nos oferece, quando nos toma consigo e nos reveste de Si mesmo, tornando-nos como Ele é.” “Para ser santo, não é preciso ser bispo, sacerdote ou religioso: não, todos somos chamados a ser santos! Muitas vezes somos tentados a pensar que a santidade só está reservada àqueles que têm a possibilidade de se desapegar dos afazeres normais, para se dedicar exclusivamente à oração. Mas não é assim! Alguns pensam que a santidade é fechar os olhos e fazer cara de santinho! Não, a santidade não é isto! A santidade é algo maior, mais profundo, que Deus nos dá”. “Quando o Senhor nos convida a ser santos, não nos chama para algo pesado, triste… Ao contrário! É o convite a compartilhar a sua alegria, a viver e a oferecer com júbilo cada momento da nossa vida, levando-o a tornar-se ao mesmo tempo um dom de amor pelas pessoas que estão ao nosso lado”. “Pensemos em Nossa Senhora, tão boa e bela, e recitemos o Rosário. Também este é um passo para a santidade. Então, vou pelo caminho, vejo um pobre, um necessitado, paro, faço-lhe uma pergunta, dou-lhe algo: é um passo rumo à santidade! São pequenas coisas, mas muitos pequenos passos para a santidade. Cada passo rumo à santidade fará de nós pessoas melhores, livres do egoísmo e do fechamento em nós mesmos, abertos aos irmãos e às suas necessidades”.
Fonte: Canção Nova
Whatsapp